A governadora do Rio de Janeiro, Rosinha Matheus (PMDB-RJ), disse que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, "deixou a desejar" no pronunciamento que fez, nesta sexta-feira, à nação sobre a atual crise política.

"A fala do presidente foi anunciada e gerou expectativa na população brasileira, que aguardava uma atitude severa e firme da maior autoridade do país, diante desse mar de lama que nós estamos assistindo", afirmou.

Rosinha, entretanto, disse que não está julgando se o presidente tem culpa ou não. "Mas uma atitude ele precisa tomar em relação a isso e não está tomando", completou.