O governador em exercício Hermas Brandão e o secretário do Desenvolvimento Urbano, Forte Netto, assinaram nesta terça-feira (24), em Foz do Iguaçu, ordens de serviço para o início imediato de obras de recapeamento asfáltico de 74 trechos de ruas e avenidas, num total de 27,6 quilômetros de área pavimentada. As obras, que serão realizadas em vias públicas utilizadas por linhas de ônibus, vão custar R$ 5,9 milhões. Os recursos serão financiados pelo Governo do Estado por meio da Secretaria do Desenvolvimento Urbano/Paranacidade e da Agência de Fomento do Paraná.

Com a entrega das ordens de serviço, sobe para R$ 25,3 milhões o total de financiamentos liberados pelo Governo do Estado para a realização de obras de infra-estrutura urbana em Foz do Iguaçu, no período 2003-2006. A liberação das autorizações foi feita durante solenidade realizada no Jardim Pólo, com a presença do prefeito Paulo Mac Donald Ghisi. ?O que o governo faz aqui, faz em todo o Estado?, declarou Brandão.

O secretário Forte Netto destacou que, em Foz,  uma das primeiras missões de sua secretaria no município foi a construção do  Centro de Convenções, já concluído. ?Em seguida, veio a reforma da Avenida Brasil e, hoje, concluímos o financiamento pra 27 quilômetros recuperação das vias urbanas que se soma aos já investidos R$ 12 milhões em recapeamento?, enumerou, destacando há 2.500 obras em execução ou finalizadas em todo o Paraná.

Recapeamento

Os serviços de recapeamento asfáltico serão realizados em 74 trechos de ruas e avenidas, num total de 221,1 mil metros quadrados de área pavimentada (ou 27,6 quilômetros). As obras vão contemplar vias públicas dos bairros Jardim Novo Horizonte, Vila Carimã, Jardim Guairá, Jardim das Flores, Jardim Tropical, Jardim Polônia, Jardim Eliza II, Profilburf I, Jardim Com. e res. Cataratas, Jardim San Rafael II, Jardim Terra e Lar, Loteamento Campos do Iguaçu, Parque Residencial Itália, Jardim Europa, Parque Residencial Morumbi II, Portal de Foz, Jardim Lancaster, Jardim Canadá, conjunto habitacional Parque Imperatriz, Pilar Parque Campestre, Loteamento Pilarzinho, Loteamento Jardim Imperial, Vila Tibagi, Jardim Vale do Sol, Jardim Congonhas, Conjunto Residencial Graúna, conjunto habitacional Sol de Maio, Vila Guarani, Jardim Curitibano III, Jardim Ipê II, Conjunto Residencial Aporá, Loteamento Jardim Madre Tereza, Cidade Nova, Cidade Nova II, Loteamento Universitário das Américas I e II, Vila São Sebastião, Loteamento Bela Vista, Jardim Marisa, Porto Belo, Parque Industrial e Comercial São Paulo, Jardim Rosi Magalhães, Jardim Itaipu e Jardim Florença.

Avenida Brasil

Do total de recursos liberados para Foz do Iguaçu, R$ 7 milhões foram aplicados na revitalização e no embelezamento da Avenida Brasil, no centro da cidade. A área pavimentada é de 14 mil metros quadrados (ou 1,75 quilômetro) e a área de intervenção na Avenida Brasil é de 44.500 metros quadrados. Os trabalhos envolveram obras de terraplenagem, dragagem, pavimentação asfáltica, meio-fio de concreto, construção de 29,6 mil metros quadrados de calçadas, iluminação pública (instalação de 230 luminárias), paisagismo, mobiliários urbanos, cinco quiosques de alimentação, três de bancas de jornais e revistas, um de flores, um de informações, nove pontos de táxi, uma feira de artesanato, e placas de comunicação.

As demais obras de pavimentação, todas já concluídas, referem-se a recapeamento asfáltico e pavimentação com pedra irregular e lajotas sextavadas. Receberam recapeamento diversas ruas dos jardins Vitória e Nacional, do Parque dos Patriarcas e Profilurb II, do Jardim Lancaster II, Loteamento Menger, vilas Miranda e Maracanã, Gleba Guarani, Parque Residencial Karla, Jardim Novo Mundo, Vila Yolanda, jardins Ouro Verde, América, Curitibano, Bela Vista de Itaipu, Novo Mundo, Europa, Canadá, Nova Califórnia II, Ipê e Novo Horizonte, Portal de Foz, Loteamento Três Lagoas,  Parque Imperatriz, Loteamento Lindóia, Jardins Copacabana, Dona Leila, Bela Vista, Três Pinheiros, São Luiz, Naipi e Central, Conjunto Libra e Conjunto Residencial Sol de Maio. A pavimentação com pedras irregulares e lajotas foi realizada em 2004 em ruas do Bairro Cidade Nova II.