O secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldair Rizzi, assinou nesta terça-feira (22) um convênio entre o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP/Fundação Oswaldo Cruz), para execução do Programa de Capacitação Científica e Tecnológica em Processos Biotecnológicos.

O programa atenderá funcionários públicos que já atuam na área da saúde pública e que pela primeira vez terão oportunidade de realizar um mestrado voltado às necessidades específicas do setor de imunobiológicos. Além da formação de pesquisadores e integração dos órgãos envolvidos, o programa prevê ainda o desenvolvimento de tecnologias de produtos e processos inovadores na área da saúde. O mestrado começará no dia 6 de março de 2006. O investimento inicial será de R$ 250 mil.

Para o diretor de Vigilância de Saúde e Pesquisa da Secretaria da Saúde, Luiz Erthal, o curso irá atender à necessidade de atualização de conhecimento e avanço tecnológico na área de produção e análise de laboratório, e de tratamento e pesquisa de novas doenças?, diz. Os mestrandos passaram por provas de seleção e atualmente estão participando de três cursos de nivelamento, nas áreas de imunologia, matemática e biologia molecular. As aulas do mestrado começarão em março de 2006 e terão dez vagas ofertadas.

Os alunos serão orientados por professores ligados ao Programa de Pós-Graduação em Processos Biotecnológicos da UFPR. A reitora em exercício Maria Tarcisa Belgo, explica que esse curso permite que a universidade cumpra com seu papel de disseminar conhecimento, pois é voltado para a melhoria do servidor público paranaense.

As instituições parceiras do programa são a Secretaria de Estado da Saúde, o Instituto de Saúde do Paraná, o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), o Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBM), a Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) e a Universidade Federal do Paraná (Funpar).

O convênio foi assinado pelo secretário Aldair Rizzi, pelo representante da Secretaria da Saúde, Luiz Erthal, pelo diretor presidente do Tecpar, Mariano de Mattos Macedo, pela diretora da Fundação Osvaldo Cruz, Andréa Rodrigues Ávila e pela Reitora em exercício da UFPR, Maria Tarcisa da Silva Belgo.