A proposta de reajuste salarial aos policiais civis deve ser anunciada na quarta-feira, dia 10 de agosto. A data foi anunciada nesta quarta-feira, em reunião entre o secretário chefe da Casa Civil, Caíto Quintana, o líder do governo na Assembléia Legislativa, deputado Dobrandino da Silva, deputados da base aliada e lideranças sindicais da classe.

Os policiais civis reivindicam aumento linear para a categoria e um estudo para gratificação àqueles que possuem nível de ensino superior. Quintana expôs que os estudos já foram concluídos pelas secretarias da Segurança Pública e da Administração e Previdência, e aguarda-se o aval da Secretaria da Fazenda, que analisa o impacto financeiro da proposta.

?Temos que ter esta aprovação para então apresentá-la ao governador. Não adianta prometermos algo que depois não teremos como pagar?, explicou Quintana.

Diante da expectativa dos policiais sobre o reajuste, Quintana tranqüilizou-os garantindo que, na quarta-feira, o governador deve reunir-se com os secretários estaduais e anunciar a decisão. Foi decidido, com as lideranças sindicais que até a próxima sexta-feira, não será feita nenhuma paralisação e os serviços serão executados normalmente.

O secretário da Segurança Pública, Luiz Fernando Delazari, afirmou que Governo do Paraná entende a reivindicação dos policiais. ?Esta situação foi agravada por anos de descaso com a classe e, por isso, já há meses desenvolvemos estudo em conjunto com a Secretaria da Administração, com autorização do governador Roberto Requião, a solução definitiva para a questão salarial?, disse.

Estiveram presentes na reunião, além do secretário chefe da Casa Civil, e do líder do governo na Assembléia, os deputados estaduais Alexandre Curi, Ângelo Vanhoni, Elza Correia e Hermes Fonseca.

Entre os representantes sindicais do Sindicato das Classes Policiais Civis do Estado do Paraná ? Sinclapol, estavam presentes o presidente, Paulo Roberto Martins, o diretor jurídico e presidente da Comissão de Negociação, Jorge Luis Garrett, o secretário geral, Wilmar Brasil, o 2º vice-presidente, Almir Fernandes, o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Londrina ? Sindipol, Admilson Alves Baptista e o presidente da União da Polícia Civil, Wilson Villa.