O vice-governador Orlando Pessuti e o presidente da Companhia de
Habitação do Paraná (Cohapar), Luiz Claudio Romanelli, entregam nesta quinta e sexta-feira 43 casas e assinam convênios com prefeituras para a construção de mais 209 unidades em quatro municípios.

O roteiro começa na quinta-feira em Siqueira Campos, onde Romanelli assina convênio com o prefeito Luiz Antonio Liechocki para a construção de 134 moradias através do programa Casa da Família. São casas de 40 m2, com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e varanda. Elas são construídas em alvenaria, possuem forro e são cobertas com telhas cerâmicas. São destinadas para famílias com renda de até dois salários mínimos mensais.

Na sexta-feira pela manhã, Romanelli faz palestra aos participantes do 2º Encontro do Programa de Estudos Avançados para Líderes Públicos, organizado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (Sedu). O presidente da Cohapar irá apresentar o tema \"Municípios e a Questão Habitacional\".

No início da tarde, o vice-governador Orlando Pessuti e o prefeito Valentin Darcin entregam 24 moradias do programa Casa da Família Indígena Kaingang em Manoel Ribas.

As casas tem 52 m² e são construídas em alvenaria com forro, esquadrias em madeira, dois quartos, sala, cozinha, banheiro externo, varanda e cobertas com telhas cerâmicas, além de instalação elétrica completa. Há dois projetos diferentes, um para a etnia Kaingang e outro para a etnia Guarani. Ambos respeitam as tradições culturais e costumes de seus moradores.

Logo depois, Romanello entrega as chaves aos moradores de 19 unidades do programa Casa da Família em Maringá. São moradias de 40, 44, 52 e 63 m², com dois ou três quartos, sala, cozinha, banheiro, varanda e forro, construídas em alvenaria e cobertas com telhas cerâmicas.

Por último, à noite, o presidente da Cohapar estará em Leópolis, para assinar com o prefeito Antônio Gonçalves convênio que viabiliza a construção de 75 unidades do
Casa da Família destinadas a quem recebe até dois salários-mínimos mensais.