O ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rosseto, disse hoje, em Arapiraca, no interior de Alagoas, que uma das prioridades do Projeto de Reforma Agrária é a inclusão social das famílias assentadas, a fim de que elas tenham condições de produzir e de se sustentar com seu próprio trabalho, sem ficar na dependência de ajuda. Rosseto afirmou que o governo federal vai investir em desapropriações, fazendo tudo para evitar conflitos no campo, o que não interressa à sociedade, que quer viver em paz. Ele acrescentou que o governo federal vai respeitar a lei, e que todos devem respeitar também.