Com o objetivo de reduzir a mortalidade neonatal (zero a 28 dias de vida) e melhorar os serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) nas áreas de assistência e saúde da criança e da mulher no Norte e Nordeste do país, o Ministério da Saúde lança hoje um programa que visa a envolver as maternidades públicas das duas regiões na busca dessas metas. Denominada Rede Norte-Nordeste de Saúde Perinatal (períodos imediatamente anterior e posterior ao parto), o programa vai capacitar profissionais de saúde para tratar as doenças que mais matam crianças nos estados dessas regiões.

A cerimônia de lançamento da rede será às 16 horas na sede da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). Participam o secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, José Gomes Temporão, a coordenadora da Saúde da Criança do Ministério da Saúde, Ana Cecília Sucupira, e o coordenador-geral da Rede Norte-Nordeste, Álvaro Madeiro Leite.