O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, afirmou hoje que o governo em nenhum momento estimulou o plantio de soja transgênica e sempre buscou dar legalidade ao cultivo do grão. A declaração busca, segundo Rodrigues, rechaçar qualquer informação de que ele teria incentivado agricultores do Rio Grande do Sul a plantar a soja transgênica antes mesmo da edição da Medida Provisória, ontem, pela Presidência da República, como teria declarado o presidente da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), Carlos Sperotto.

“Ao assumirmos o governo, nós reconhecemos que não dava para ignorar a existência de uma grande área com soja transgênica no País e, como sempre afirmei, buscamos, sim criar um marco legal. Nunca estimulamos o plantio da soja geneticamente modificada”, disse Rodrigues, em uma rápida entrevista em seu gabinete em Piracicaba (SP).