Um grupo de militantes do Greenpeace fez hoje, na Praça dos Três Poderes, mais um protesto contra a intenção do governo de editar medida provisória liberando o plantio de soja transgênica. Dez manifestantes usaram cartolas para criticar as “grandes corporações” do setor de produtos geneticamente modificados.

Eles exibiram uma bola de “chumbo” e uma corrente gigantes, feitos de plástico, em frente ao Palácio do Planalto. “O País está condenado aos transgênicos”, afirmou Gabriela Couto da campanha contra os transgênicos do Greenpeace. “É inconcebível que o governo edite uma terceira medida provisória para liberar a soja transgênica.” Na avaliação do grupo, a edição de uma MP só vai beneficiar empresas como a Monsanto e uma “minoria” de agricultores gaúchos que optou em plantar ilegalmente soja transgênica. O Greenpeace apresentou, durante o protesto, uma pesquisa de opinião indicando que 80% dos brasileiros são contra a liberação dos transgênicos.