O Grupo Pró-Congresso, que reúne cerca de 120 deputados e senadores, está lançando, hoje, uma campanha para evitar que acabem em pizza as investigações do suposto esquema de corrupção envolvendo Executivo e parlamentares. Os membros do grupo vão hoje à Corregedoria e à Presidência da Câmara e farão uma manifestação, às 17 horas, no plenário da Casa.

O grupo está divulgando o movimento em um cartaz, que pede: "Investigação e punição! Pizza não!" Parlamentares disseram considerar que as investigações das CPIs estão lentas e que há "um cheiro de pizza no ar".