Ainda faltam cerca de 176 milhões moedas prateadas para serem recolhidas pelo Banco Central. Até hoje, foram col mais de 34 milhões, sendo que antes do início do recolhimento, em setembro, havia mais de 210 milhões.

A partir de amanhã, o comércio deixa de receber as moedas prateadas, produzidas com aço inoxidável. As moedas antigas serão aceitas pelas agências bancárias até o dia 22 de março do próximo ano e recolhidas ao Banco Central.

As moedas prateadas com bordas douradas são consideradas mais seguras contra falsificação. Estão em circulação mais de 134 milhões. Somente em 2003, 27 milhões foram colocadas na praça. Há, ainda, um estoque de 108 milhões de unidades e prevê-se que outras 150 milhões serão produzidas no próximo ano.