Foto por: John Thys

O primeiro-ministro holandês Jan Peter Balkenende afirmou nesta terça-feira, ao receber a seleção vice-campeã mundial de futebol, que o país estava orgulhoso da Laranja.

“A Holanda está orgulhosa da Laranja”, disse o governante em sua residência oficial em Haia, onde recebeu a equipe para tomar café e comer bolo com glacê na cor laranja, usando uma gravata da mesma cor.

Em uma cerimônia solene, o ministro dos Esportes, Ab Klink, que classificou de “fantástica” a atuação da seleção no Mundial, condecorou o técnico Bert van Marwijk e o capitão Giovanni van Bronckhorst com o título de Cavaleiros da Ordem de Orange-Nassau.

“Foi um grupo disciplinado que tinha uma missão, uma fonte de inspiração para todos. Ficamos muito perto e ao mesmo tempo muito longe do triunfo. A imagem do gol da Espanha sempre ficará gravada em nossa retina”, explicou o primeiro-ministro.

“Não esperemos outros 32 anos para chegarmos a uma final de um Mundial, a revanche nos espera”, acrescentou.

A seleção, que chegou na noite de segunda-feira à Holanda proveniente da África do Sul, ainda se reunirá com a rainha Beatriz em Haia antes de viajar para Amsterdã, onde percorrerá os canais da cidade diante de milhares de torcedores.