Carl de Souza/AFP

Caso vença a Espanha na final do Mundial da África do Sul-2010, no domingo, a seleção holandesa de futebol irá igualar o recorde obtido na Copa de 1970 pelo Brasil, que venceu todas as partidas de classificação e da final do torneio.

A Holanda, que encanta com seu bom jogo, soma 14 vitórias consecutivas desde que iniciou sua caminhada no Mundial, na fase classificatória, até garantir a vaga na final, que disputará no estádio Soccer City de Johannesburgo.

Os holandeses carimbaram seu passaporte para a África do Sul, após vencerem as oito partidas que jogou contra Noruega, Escócia, Macedônia e Islândia, com 17 gols feitos e apenas dois sofridos, tornando-se a primeira equipe da Europa a passar para a final do primeiro Mundial disputado em solo africano.

Já na África do Sul, a “Laranja Mecânica” venceu a Dinamarca (2-0), o Japão (1-0) e Camarões (2-1) na fase de grupos, antes de bater a Eslováquia (2-1) nas oitavas de final, o Brasil (2-1) nas quartas, e o Uruguai (3-2) na semifinal.

Assim, a Holanda soma 14 vitórias consecutivas em seu caminho no Mundial, superando em duas vitórias a seleção canarinho do México-1970, que se sagrou campeã do mundo vencendo 12 partidas.

O Brasil de Pelé conquistou a Copa do Mundo, após vencer as seis partidas de classificação com Colômbia, Venezuela e Paraguai e, já no México, venceu na fase de grupos a Tchecoslováquia (4-1), a Inglaterra (1-0) e a Romênia (3-2).

Nas quartas de final, venceu o Peru (4-2), o Uruguai (3-1) na semifinal e conquistou o campeonato ao derrotar a Itália na final (4-1).

Outras seleções conseguiram sagrar-se campeãs do mundo com uma trajetória de vitórias, mas diferente da Holanda na África do Sul-2010 e do Brasil no México-1970, precisaram recorrer pelo menos em uma ocasião à prorrogação ou à disputa de pênaltis.

Holanda e Brasil sempre venceram nos 90 minutos regulamentares.