Rio ? A safra nacional de grãos pode chegar a 126 milhões de toneladas neste ano. Esta é a primeira estimativa da safra agrícola para 2006, divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE). Em relação a 2005, a produção de cereais, leguminosas e oleaginosas, com amendoim, arroz, feijão, mamona e soja, é 12,2% maior. No ano passado, a safra foi de 112, 454 milhões de toneladas.

O Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de janeiro revela que feijão, milho e café são os produtos que vão se destacar em 2006. Somente para o café a estimativa é de aumento de 16,69% em relação ao ano passado. Segundo o IBGE, em 2006 devem ser colhidos 42 milhões de sacas de café. A justificativa são os preços em alta e as condições climáticas favoráveis. O instituto também destaca quer o controle de pragas e doenças vai contribuir para a boa colheita do café.

No sentido contrário, a produção de algodão e de arroz deve sofrer neste ano por causa dos preços baixos. De acordo com o estudo do IBGE no caso do algodão, a cotação da fibra está em baixa nos mercados interno e externo, enquanto o arroz vem sendo comercializado a preços baixos desde a safra anterior.