A taxa de desemprego nas seis maiores regiões metropolitanas do país ficou em 12,9% em outubro, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Essa é a mesma taxa registrada no mês anterior. Em agosto, o desemprego atingira 13%, repetindo o recorde registrado em junho. Analistas esperavam que em outubro a taxa caísse devido às contratações para as vendas de fim de ano.

Segundo o IBGE, eram 2,766 milhões desempregados no país, o que significou uma queda de 0,5% em relação a setembro e um aumento de 21,7% na comparação com outubro do ano passado.

Já o contingente de pessoas ocupadas correspondeu a 18,63 milhões, o que representou uma queda em relação a setembro, quando havia 18,704 milhões de pessoas trabalhando. Em relação ao mesmo mês do ano anterior, houve um crescimento de 3,1%. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)