Curitiba registrou em fevereiro uma deflação de -0,16%, o melhor resultado sobre o custo de vida do mês no país. É o que aponta o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), divulgado nesta sexta-feira (11) pelo IBGE. A taxa nacional ficou em 0,44%. O INPC é calculado para famílias mais pobres, aquelas recebem até 8 salários mínimos.

Já o índice amplo (IPCA), referente ao custo de vida para famílias com renda até 40 salários mínimos, revela que a inflação em fevereiro em Curitiba ficou em 0,20%, também a melhor taxa brasileira. A média nacional, neste caso, ficou em 0,59%. O maior índice neste comparativo foi verificado em Brasília: 1,54%.

Nos dois comparativos, Curitiba apresentou queda em relação ao mês de janeiro, quando o IPCA ficou em 0,37% e o IPNC em 0,35%. Naquele período, a inflação de Curitiba tanto para os mais pobres como para a classe média também foi a menor do país, que registrou um IPCA de 0,58% e um INPC de 0,44%.