O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) de 2005, que fechou com alta de 1,22%, foi o menor resultado na história do indicador, que começou a ser apurado na década de 40. De acordo com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), o menor IGP-DI era de 1998, quando o índice subiu 1,70%.

O desempenho desse indicador, anunciado hoje pela FGV, fecha o ciclo de resultados anuais de 2005 dos três principais indicadores calculados pela fundação: o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), o Índice Geral de Preços -10 (IGP-10) e o IGP-DI. Como o IGP-DI, o IGP-M e o IGP-10 encerraram 2005 com as menores taxas de sua história – que começaram a ser apuradas, respectivamente, em 1989 e em 1993 -, com aumentos de 1,21% e de 1,47%