A situação continua tranqüila, até o momento, nos principais aeroportos do País. Segundo boletim divulgado hoje pela Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), o porcentual de vôos com atrasos superiores a uma hora, da zero hora até às 12h12, ficou em 8,0%. O porcentual é superior ao boletim das 9h50, que apontou 6,9% de vôos atrasados. Até às 12h12, dos 799 programados, 64 foram afetados pelos atrasos.

A situação no Aeroporto Afonso Pena, em Curitiba, já é mais tranqüila, de acordo com a Infraero. Às 10h34, o aeroporto tinha dez vôos atrasados e, às 12h27, apenas quatro vôos estavam fora de horário.

O Aeroporto Juscelino Kubitscheck, em Brasília, registrou sete vôos atrasos com mais de uma hora, dos 59 programados, o que equivale a atrasos em 11,9% deste total. Às 9h50, o site da Infraero informava apenas um vôo atrasado.

No Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, de 128 vôos programados sete saíram fora do horário, o equivalente a 5,5% do total. Neste momento, o site da Infraero apontava atraso em um vôo no terminal aeroportuário paulista. O Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, quatro vôos registravam atrasos, a mesma situação verificada no site da Infraero às 10h34.

No Rio de Janeiro, o Aeroporto Tom Jobim (Galeão) mostrava atrasos em cinco vôos às 12h27, enquanto no boletim anterior registrava seis vôos atrasados. Já o Aeroporto Santos Dumont, também no Rio, cerca de dois vôos saíam fora do horário.