O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) subiu 0,57% em março e ficou 0,18 ponto percentual acima da taxa de 0,39% de fevereiro. Com esse resultado, o INPC, que é usado para medir a inflação para as famílias com rendimentos até oito salários mínimos, acumula 1,80% no primeiro trimestre do ano, abaixo do percentual de 5,39%, relativo a igual período de 2003.

Nos últimos 12 meses, a taxa ficou em 6,62%, também abaixo do resultado dos 12 meses imediatamente anteriores (7,47%). Em março de 2003, o INPC registrou alta de 1,37%. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e foram divulgados nesta manhã no Rio de Janeiro.

Os preços dos alimentos subiram 0,51%, enquanto em fevereiro haviam ficado em 0,25%. Os não alimentícios aumentaram 0,60%, resultado superior ao de fevereiro (0,45%). O maior índice regional, de 1,11%, foi registrado em Porto Alegre e o menor, de 0,09%, no Rio de Janeiro. Em São Paulo, o INPC de março ficou em 0,54%.