O presidente do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), Valdir Moysés Simão, afirmou, nesta segunda-feira, que o órgão estuda algumas ações que pretendem reduzir as filas e as fraudes no instituto. Essas medidas serão aplicadas assim que o atendimento nas agências se normalizem.

A primeira dessas ações, segundo ele, é a motivação e a capacitação dos servidores. "Estamos preparando um modelo de atendimento que utiliza a participação dos funcionários. Vamos usar esse padrão nas 100 maiores agências do país em breve", relata.

Outro projeto é a criação de uma diretoria de atendimento, voltada para a segurança e conforto dos segurados "O nosso foco é atender o beneficiário e combater fraudes e desperdício."

Outra iniciativa é o investimento em tecnologia da informação. "Nossa rede está carregada, temos problemas com máquinas. Por isso, vamos investir, priorizando os postos de atendimento que concentram 80% do fluxo de pessoas", acentua.