A intervenção que o governo do Estado fará no bairro do Guarituba, em Piraquara, vai corrigir distorções de mais de 20 anos em uma das maiores ocupações irregulares do Paraná. A afirmação foi feita ao governador Roberto Requião pelo prefeito de Piraquara, Gabriel Jorge Samaha, durante reunião do operação Mãos Limpas, desta segunda-feira ( 1º).

Segundo o governador, o bairro do Guarituba tem hoje 46 mil habitantes, uma população maior do que 90% dos municípios paranaenses. A meta, explicou, é promover o saneamento, a regularização da área e transferir algumas famílias porque a ocupação está numa área de manancial. Para isso, diversos órgãos do governo estadual vão atuar em conjunto.

Secretarias de Estado como a Saúde e a do Trabalho e Emprego, além da Cohapar, vão auxiliar na desocupação. ?Certamente as famílias que serão deslocadas, irão para uma condição de moradia muito melhor?, garantiu Requião. O governo do Estado está investindo R$ 38,6 milhões nessa ação integrada.

Para o prefeito de Piraquara, a intervenção do governo estadual é corajosa ?porque atinge uma área sensível, com sérios problemas de segurança que nunca foram enfrentados por governos anteriores?. Samaha disse acreditar que as ações a serem desencadeadas vão resultar em melhoria da qualidade de vida e em menores índices de criminalidade.

O prefeito salientou ainda que a intervenção vai resultar em mais dignidade e cidadania para uma população discriminada que não pode nem apresentar um endereço de moradia. ?Sem endereço regular, a população não tinha acesso ao crédito e também enfrentava restrições nos empregos?, observou. O prefeito elogiou a visão do governo em agir em áreas depressivas.