Um termo de cooperação técnica entre o Instituto de Pesos e Medidas do Paraná (Ipem) e a Emater/PR será firmado segunda-feira (25) para permitir mais acesso de pequenos e médios produtores rurais às informações sobre a legislação brasileira e as exigências do mercado para a comercialização de produtos.

A cooperação técnica tem como objetivo a realização da ?Operação Defesa do Consumidor?, destinada à orientação, educação, divulgação e esclarecimento da população e do empresariado paranaense das leis e normas técnicas que salvaguardam os direitos dos consumidores e que envolvam a fiscalização de produtos pré-medidos, reduzindo o cometimento de infrações.

?Foi a forma que encontramos de melhor orientar o pequeno e o médio produtor rural para que tomem conhecimento da legislação e deixem de gerar possíveis multas por inadequação de embalagens ou afixação de etiquetas que não estejam em conformidade com as normas nacionais?, afirma o presidente do Ipem, Leonaldo Paranhos.

Consolidada a parceria, o Ipem deverá agir diretamente junto ao homem do campo, através das associações e pequenas cooperativas organizadas e supervisionadas pela Emater. ?O pequeno produtor, o sitiante, que tão pouco conhecimento tem das exigências do mercado, quase nunca recebe uma orientação nesse sentido?, explica Paranhos.

O presidente do Ipem lembra ainda que, às vezes, por pequenos detalhes, os produtos dos pequenos agricultores não estão pertinentes com a legislação federal. ?Como o maior interessado em se adequar é ele mesmo, para poder ganhar mercado maior, certamente estará receptivo à essa iniciativa e, como conseqüência, várias não-conformidades costumeiramente encontradas irão acabar?, analisa.

Centro Agropecuário

A assinatura do convênio acontecerá na sede da Fundação de Desenvolvimento Tecnológico de Cascavel ? Fundetec, com a presença do vice-governador Orlando Pessuti; do secretário Virgílio Moreira Neto, da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul; do presidente do IPEM, Leonaldo Paranhos e do presidente da Emater-PR, Sabino Campos. O ato integra uma extensa programação da Fundetec que tomará toda a segunda-feira e que tem como foco principal a revitalização do Centro Agropecuário Maria Afonso Costa, em Cascavel.

Durante todo o dia serão lançados programas, assinados convênios e firmadas cooperações para fortalecer a agroindústria regional. Até essa sexta-feira (22/07) já estava confirmada a presença de 800 produtores rurais ao evento. ?Estamos fazendo várias parcerias para um programa de participação nos próximos quatro anos, envolvendo propriedades rurais do Oeste do Paraná. Leite, agricultura familiar, agricultura orgânica, novas técnicas que possam dar diversificação ao agropecuarista familiar estarão sendo repassadas aos produtores?, explica Mário Bracht, presidente da Fundetec,

O Centro é uma vitrine tecnológica permanente para aqueles que estarão se unindo nesse trabalho que, somente na área de cortes de aves, para especificar apenas um exemplo, há a necessidade de preencher de 100 a 150 cargos na região. O que será possível com a preparação adequada e a especialização de mão-de-obra proposta pelo revitalizado Centro Agropecuário Maria Afonso Costa.