A redução da alíquota do imposto de renda e o salário mínimo foram os dois assuntos mais lembrados hoje em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, durante a entrega de 252 ambulâncias do serviço de atendimento móvel de urgência (Samu/192), pelo presidente Luíz Inácio Lula da Silva.

Os metalúrgicos da fábrica e sindicalistas cobraram do presidente uma solução ainda para essa semana. O presidente elogiou e agradeceu a preocupação do sindicato e disse que,” quem ganha muito deve mesmo pagar muito imposto. Mas o nó do salário mínimo está na previdência?, disse Lula.

O presidente citou que, ao aumentar em R$ 10,00 o salário mínimo, o impacto na previdência é de R$ 3 bilhões em 12 meses. ?O nosso problema é de receita e despesa?, concluiu Luíz Inácio Lula da Silva. O presidente disse que quer transformar o passivo da previdência em ativo.

Lula disse que até quarta-feira terá decisões tomadas sobre o imposto de renda e o aumento do salário mínimo. Ele quer ainda estudar alguma possibilidade para atender melhor a parte da população que tem mais filhos, usando o salário família, por exemplo.