O primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, aceitou um acordo de cessar-fogo com o Líbano e informou os Estados Unidos sobre sua decisão, afirmaram fontes do governo israelense. Olmert recomendará a seu gabinete que aprove o acordo durante um encontro previsto para domingo.

Olmert havia anteriormente decidido lançar uma ofensiva terrestre ampliada no sul do Líbano após manifestar insatisfação com o acordo de cessar-fogo proposto inicialmente na ONU. O ministro da Defesa, Amir Peretz, havia instruído os militares a lançar a ofensiva.

Não ficou imediatamente claro, agora se a ampliação da ofensiva terrestre israelense sobre o Líbano será paralisada.