O vice-coordenador de Cooperação Técnica do Japão no Brasil e representante da JICA (Japan International Cooperation Agency), autarquia do Ministério do Exterior do Japão, Shinji Shibata, disse nesta quinta-feira (23) que o governo japonês quer investir em novos cursos e seminários em Curitiba.

Em encontro com o presidente do Ippuc, Augusto Canto Neto, Shibata elogiou a condução do Curso Internacional em Práticas de Gestão Urbana, que será encerrado nesta sexta-feira no Ippuc e que, avaliou, teve resultados muito positivos.

"O governo japonês, por meio da JICA, quer promover anualmente outros eventos desta natureza em Curitiba e em outras regiões do Brasil, enfocando principalmente a redução das desigualdades sociais e melhorias no meio ambiente", disse ele.

O Curso em Práticas de Gestão Urbana teve, nesta última semana, uma oficina sobre requalificação da área central de Curitiba. O tema foi escolhido para a atividade prática de encerramento em função do grande interesse despertado pela crescente deterioração das áreas centrais das metrópoles e das grandes cidades do mundo.

Durante o curso foram debatidas outras experiências semelhantes, a exemplo de São Paulo, Santiago de Cali, Bogotá, Colômbia, La Paz, Bolívia, Assunção e San Salvador.

Participam desta primeira edição doze bolsistas de dez países da América Latina, patrocinados pela JICA, nove técnicos da prefeitura de Curitiba e um da prefeitura de São Paulo. Um novo curso internacional – aberto para países da América Latina, Caribe e países africanos de língua portuguesa já está sendo organizado em parceria pela JICA e IPPUC, para novembro deste ano com o tema Transporte Coletivo.

O encerramento do curso será às 17hs, desta sexta-feira (23), no auditório do IPPUC – rua Bom Jesus, 669 – Cabral. O IPPUC disponibiliza o conteúdo dessas palestras através de sua página na internet, onde também é possível participar de um debate virtual (www.ippuc.org.br/Jica)