O ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, afirmou hoje, em Americana (SP) que o governo tem trabalhado para criar as condições necessárias à queda dos juros mas insistiu em que um pequeno aumento ou redução na taxa Selic não fará com que o Brasil deixe de crescer. Ele visitou cidades da região, em campanha para a eleição dos candidatos petistas às prefeituras.

Dirceu preferiu não se antecipar à decisão do Comitê de Política Monetária. “Quem sabe, quem tomará a decisão é o Copom, porque tem inclusive autonomia para isso. Eu só quero analisá-la depois que o Copom adotá-la”, afirmou. Ele alegou que a taxa precisa cair para que o governo possa reduzir os gastos com pagamento de juros de dívida.