O deputado José Janene, que está internado em Curitiba, poderá ser submetido a um transplante de células-tronco. Essa é uma das alternativas em estudo para tratar a miocardiopatia dilatada, que enfraquece a musculatura cardíaca do deputado. Por ser experimental, a intervenção depende de autorização do Conselho Regional de Medicina e da Comissão Nacional de Ética e Pesquisa.

Em razão da doença, diagnosticada há 10 anos, Janene apresentou um pedido de aposentadoria por invalidez na Câmara. Ele é um dos deputados processados no Conselho de Ética por quebra de decoro, acusados no escândalo do ‘mensalão’.

O cardiologista Paulo Roberto Brofman, do Laboratório de Engenharia e Transplante Celular, da PUC do Paraná, disse que a situação é urgente. "Não pode demorar muito", afirmou. Janene usa um marca-passo desfibrilador, mas o comprometimento da musculatura do coração é tamanho que só lhe permite absorver 28% do oxigênio de que necessita.