O dirigente do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), José Rainha Júnior, foi preso na tarde desta sexta-feira durante depoimento no fórum de Teodoro Sampaio, a 98 quilômetros de Presidente Prudente, interior de São Paulo.

Quando teve a prisão decretada, ele estava em uma audiência com o juiz para responder ao inquérito que apura o uso de armas por trabalhadores rurais. No entanto, segundo o investigador da Delegacia de Teodoro Sampaio Agenor de Oliveira Filho, a prisão não tem relação com o depoimento. Ele disse que havia um mandado de prisão de Rainha referente a um processo do ano 2000, em que o líder responde por formação de quadrilha e furto.

José Rainha é um dos líderes dos sem-terra no Pontal do Paranapanema. Juntamente com ele, que foi detido hoje pela terceira vez, foi preso outro integrante do MST, Felinto Procópio, que também responde por formação de quadrilha e furto.