Gabriel Bouys/AFP

O zagueiro brasileiro Juan, que abriu o caminho para a vitória do Brasil nas quartas de final da Copa do Mundo ao marcar o primeiro dos 3-0 sobre o Chile, disse nesta quarta-feira que a Holanda é uma grande equipe e que os pentacampeões terão que jogar muito bem “para não serem surpreendidos”.

“Sabemos que a Holanda tem uma grande equipe”, declarou Juan sobre o adversário de sexta-feira em Port Elizabeth.

“Temos que estar bem organizados para não sermos surpreendidos” pelos holandeses, disse o jogador da Roma, considerando que os brasileiros devem ter atenção contra “uma equipe compacta”.

O Brasil tem que chegar física e taticamente bem ao confronto contra a Holanda, já que nas quartas “todas são grandes equipes”, disse o zagueiro em uma entrevista coletiva à imprensa na concentração brasileira no clube de golfe RandPark, em Randburgo, próximo a Johannesburgo.

Os jogadores do Brasil treinaram nesta quarta-feira à tarde no St. Stithian College em Randburgo, pouco depois de o médico da seleção, José Luis Runco, ter anunciado que o meia Elano não poderá jogar contra os holandeses devido a uma lesão sofrida na partida contra a Costa do Marfim.

Runco disse que ainda não sabe se Felipe Melo e Julio Baptista estarão em condições de entrar em campo.

No período em que os jornalistas puderam assistir ao treino, os jogadores que foram titulares contra o Chile treinaram separadamente dos que ficaram no banco.

No entanto, isso não significa que Dunga pretenda colocar a mesma equipe contra a Holanda, pois entre os titulares do jogo contra o Chile esteve Ramires, que está suspenso com dois cartões amarelos.

Participaram normalmente da sessão Felipe Melo e Julio Baptista, um sinal de que estariam se recuperando de suas lesões.

Juan também destacou a importância das mensagens de apoio dos torcedores brasileiros aos jogadores, que devem partir na quinta-feira para Port Elizabeth para o duelo contra a ‘Laranja’.

“As mensagens chegam à concentração, (isso) dá mais força para entrar em campo”, disse Juan.