O julgamento do recurso do jornalista Antonio Marcos Pimenta Neves, condenado pela morte da ex-namorada e também jornalista Sandra Gomide em 2000, em Ibiúna, no interior de São Paulo, foi adiado para 13 de dezembro. Segundo o Tribunal de Justiça, a advogada de Pimenta Neves, Ilana Müller, pediu o adiamento por mais uma semana para poder preparar melhor a sustentação oral. O recurso, que pede a suspensão da sentença de 19 anos e 2 meses e 12 dias de prisão em regime fechado, seria julgado hoje. Em 5 de maio de 2006, o jornalista foi condenado por matar a ex-namorada.