Pierre-Philippe Marcou/AFP

O goleiro Julio Cesar era um dos jogadores mais abatidos com a eliminação do Brasil da Copa do Mundo, após a derrota de 2-1 para a Holanda nesta sexta-feira pelas quartas de final. Segundo ele, o resultado vai machucar por muito tempo.

¨Todo jogador se emocionou depois do jogo, é um sentimento ruim, mas a maioria dos jogadores que vestem hoje a camisa da seleção não estão acostumados com isto. A maioria está acostumada a festejar, a comemorar títulos e realmente esta derrota de hoje foi um baque muito grande¨, disse o camisa 1 da seleção.

¨Os jogadores se emocionaram porque a gente sabe o quanto o torcedor estava esperançoso com o hexa, por aquilo que a gente mostrou em três anos e meio. Acho que este grupo conseguiu resgatar o gosto por torcer pelo Brasil, então fica o sentimento de decepção, de derrota, que é muito ruim¨, completou.

¨Agora a gente tem que ir para casa, abraçar nossos familiares e tentar esquecer. Só o tempo apaga este tipo de derrota¨.

Para Julio Cesar, a Holanda soube aproveitar as oportunidades no segundo tempo e depois administrou o resultado.

Ele não culpou Felipe Melo pelo gol contra, que empatou a partida, em uma jogada na qual ele e o volante se atrapalharam após um cruzamento de Sneijder e viram a bola acabar no fundo da rede.

Para o goleiro, a derrota é de todo o grupo e não é possível apontar um ou dois culpados.

¨No lance, que acabou com os dois indo na bola, acho que a vontade, a confiança … e acabou acontecendo o que aconteceu¨, disse, visivelmente emocionado.

¨Neste momento é preciso ter forças para se levantar porque é um trabalho complicado este que a gente exerce. A gente faz aquilo que a gente ama, que é jogar futebol, mas a vida reserva estes momentos¨.

¨Acho que agora é tentar eliminar esta dor o mais rápido possível¨, completou.