Brasília – A Justiça dos Estados Unidos autorizou hoje (23), a pedido da Promotoria Distrital da cidade de Nova Iorque, o compartilhamento com a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Correios de provas remetidas ao Ministério da Justiça em novembro de 2005. O compartilhamento deve respeitar os termos do Acordo de Cooperação em Matéria Penal entre o Brasil e os Estados Unidos.

A decisão é resultado de negociações conduzidas por representantes da CPMI dos Correios e dos Ministérios da Justiça e das Relações Exteriores junto às autoridades americanas. Com a autorização, a comissão terá acesso aos documentos no Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI) do Ministério da Justiça.

O acesso será restrito ao presidente da CPMI, senador Delcídio Amaral (PT-MS); ao relator, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR); ao sub-relator, deputado Eduardo Paes (PSDB-RJ); e ao deputado Maurício Rands (PT-PE), conforme combinado com os demais senadores e deputados da comissão.

Com informações do Ministério da Justiça.