A juventude do PMDB do Paraná (JPMDB) promete fazer muito barulho neste sábado, 24, durante a convenção estadual do partido, com o objetivo de tirar a legenda do ex-deputado federal José Borba (PR), que pretende disputar um novo mandato à Câmara Federal.

O presidente da JPMDB, João Arruda, promete apresentar na convenção uma moção contra o ex-deputado. ?O Borba fugiu ao debate e não teve coragem de se defender. Quem corre da discussão não merece a confiança do partido?, afirma ele. ?O PMDB não pode dar abrigo a quem não honra a história da militância?.

?Não estou discutindo o mérito se houve o mensalão ou não, mas a postura do ex-deputado José Borba que não fez o enfrentamento político com a dignidade de um verdadeiro peemedebista?, aponta o presidente da JPMDB.

Borba renunciou ao mandato para se livrar do processo de cassação por envolvimento no mensalão. O ex-líder do PMDB na Câmara teria sido beneficiado com R$ 2,1 milhões com dinheiro do ?valerioduto?.

Apoio a Lula

João Arruda diz ainda que a juventude do PMDB vai apoiar a reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo ele, os peemedebistas têm que manter a linha de combate direto ao neoliberalismo. ?A juventude PMDB do Paraná é contra o neoliberalismo e, portanto, vai apoiar a reeleição de Lula?, assegura.

Arruda foi o primeiro dirigente de juventude do partido no país a declarar apoio ao petista. Ele garante que se empenhará na construção de um palanque no Paraná para Lula e o governador Roberto Requião. ?Estamos num movimento suprapartidário pela reeleição de Lula e Requião?, avisa.