A comunidade indígena da Reserva de Queimadas recebeu nesta semana em que se comemorou o Dia do Índio(19) , 25 moradias do Casa da Família Indígena. As chaves das casas foram entregues pelo presidente da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Luiz Cláudio Romanelli. O programa foi criado pelo governador Roberto Requião acabar com o déficit habitacional nas aldeias paranaenses, estimado em 1.300 unidades.

"O governador Requião esteve nas aldeias durante a campanha e pôde comprovar a situação calamitosa em que viviam os índios no Estado", disse Romanelli. "Estamos cumprindo objetivamente uma das promessas de campanha e resgatando uma dívida social histórica, com um programa sério e que teve a participação ativa das lideranças indígenas", destacou.

O cacique da Reserva de Queimadas, Antonio Vitoriano, lembrou, bastante emocionado, que a demanda por novas moradias era antiga e que a comunidade sofria com a precariedade das casas de palha e lona preta. "As crianças tinham frio e ficavam doentes, e agora temos casas confortáveis de alvenaria, que preservam a nossa cultura. Agradecemos ao governador Requião pela sua sensibilidade e atenção que ele dá ao nosso povo", ressaltou Vitoriano.

Para o assessor especial do governador para Assuntos Indígenas, Edívio Battistelli, que também esteve presente na cerimônia, o Casa da Família Indígena está conseguindo reverter um quadro de degradação das reservas. "O que observávamos é que as aldeias vinham se transformando em verdadeiras favelas rurais e com a concretização do programa o Paraná dá exemplo para o resto do país", assinala.

As moradias têm 52 m² e são construídas em alvenaria com esquadrias em madeira, dois quartos, sala, cozinha, banheiro externo, varanda, forro, cobertura em telhas cerâmicas e instalação elétrica completa. Há dois projetos diferentes, um para a etnia Kaingang e outro para a etnia Guarani. Ambos respeitam as tradições culturais e costumes de seus moradores.

O programa tem mais de 500 moradias em obras em 48 empreendimentos em 10 municípios do Estado, boa parte delas em fase final de execução. O governo do Paraná investiu até agora, a fundo perdido, R$ 2,7 milhões no programa ? o investimento médio é de R$ 10 mil por unidade. No último dia 19, Dia do Índio, o governador Roberto Requião e Romanelli assinaram convênio para a construção de mais 350 unidades do programa Casa da Família Indígena.