Kaká, o camisa 10 da seleção, afirmou após a derrota de 2-1 para a Holanda que o clima no vestiário do Brasil estava muito triste com a eliminação da Copa do Mundo e que ninguém está mais triste que os jogadores.

¨Tem muita gente triste no Brasil, mas se isso serve de consolo ninguém está mais triste que a gente¨, afirmou o jogador depois da partida pelas quartas de final disputada em Port Elizabeth.

O jogador, que se recuperou de uma lesão no púbis e de problemas musculares nos últimos meses para estar na África do Sul, também admitiu que foi uma Copa difícil para ele.

¨Foi uma Copa complicada, da forma como eu cheguei. Fiz tudo o que eu podia, lutei, batalhei, me esforcei. Infelizmente, a expectativa em cima do Brasil é sempre de título e quando isto não acontece, gera uma frustração¨, admitiu o craque brasileiro, que teve uma preparação especial desde que a seleção se apresentou no fim de maio, em Curitiba.

¨Fiz aquilo que podia, lutei da forma que podia, a expectativa era que o Brasil fosse campeão. A partir do momento em que o Brasil não é campeão, vem cobrança em cima de todo mundo, mas a expectativa era de título, não veio, paciência¨, completou.

Sobre o jogo contra a Holanda, para Kaká o Brasil perdeu por detalhes, depois de um grande primeiro tempo e de ser completamente dominado na etapa final.

¨Foram detalhes, duas bolas paradas que acabaram resultando nos dois gols da Holanda. Durante o jogo, passam diversos sentimentos e isso fez com que a gente não conseguisse depois reverter o resultado¨, explicou.

Para o jogador, a seleção não ficou nervosa durante o jogo, apesar da expulsão de Felipe Melo e do fim de partida sem qualquer esquema tático.

¨Não acho que o time ficou nervoso, o primeiro gol foi de bola parada. O primeiro gol foi o que causou maior preocupação, depois veio o segundo gol, o da virada, aí as coisas já ficaram mais difíceis e aí a gente foi para o tudo ou nada¨.

Questionado ainda sobre a possibilidade de disputar a Copa de 2014 no Brasil, o meia afirmou que ainda não era o momento de falar sobre isso.