As licitações das obras de duplicação dos 10 quilômetros do perímetro urbano da PRT-467, rodovia que liga Cascavel a Toledo, devem iniciar em 15 dias. A previsão foi feita em Cascavel pelo secretário dos Transportes, Waldyr Pugliesi, após reunião com o prefeito Lísias Tomé e com o diretor-geral do DER, Rogério Tizzot.

"Em duas semanas devemos estar lançando os editais na praça", afirmou. "A finalização da duplicação vai concretizar um antigo anseio de toda região Oeste. O governo Requião não está investindo somente para garantir o desenvolvimento de Cascavel. Investe pelo desenvolvimento de todo o Paraná", acrescentou.

De acordo com Pugliesi, o projeto foi dividido em três licitações distintas com previsão total de investimento de R$ 28 milhões. A obra prevê a construção de seis interseções com viadutos, contornos e marginais.

"Estaremos trazendo maior conforto e segurança aos usuários da rodovia e eliminaremos os riscos para quem tem que cruzar a via todos os dias", ressaltou.

Parceria

O secretário determinou também a formação de um grupo formado pelo corpo técnico do DER e da prefeitura de Cascavel com o objetivo de discutir as intervenções dentro do perímetro urbano.

"Estamos tratando de uma obra de grande porte, que vai modificar o panorama de toda uma cidade. Tudo tem que ser muito bem estudado e planejado. A parceria entre o governo do Estado e a prefeitura procura aprimorar o planejamento da obra", explicou Pugliesi.

O diretor-geral do DER, Rogério Tizzot, detalhou o projeto ao prefeito Lísias lembrando que todos os viadutos contam também com passarelas para pedestres e ciclistas projetadas.

Tizzot reforçou junto a Lísias Tomé e aos técnicos da prefeitura a necessidade da implantação de iluminação em todo o trecho que corta Cascavel.

"A duplicação da via vai transformá-la em uma avenida. A iluminação é um item de segurança importante que dever ser implantado e o governo do Estado, por meio do DER, vai trabalhar em conjunto com a prefeitura para garantir essa melhoria", completou.