A Bradesco Seguros e Previdência apresentou lucro líquido de R$ 529 milhões no primeiro trimestre do ano, com crescimento de 14 8% em relação ao mesmo período de 2006 e queda de 6,9% sobre o quarto trimestre.

Segundo o banco, previa para a carteira de saúde individual R$ 236 milhões, complemento à provisão técnica extraordinária de R$ 387 milhões constituída no quarto trimestre, relativa às diferenças entre os reajustes dos planos e correspondentes custos médicos e hospitalares.

A base de clientes da seguradora cresceu 9,9% frente a março de 2006, para 18,785 milhões. Comparando com o trimestre anterior, a evolução foi de 2,8%. O faturamento (prêmios emitidos, rendas de previdência e receitas de capitalização) atingiu o montante de R$ 4,801 bilhões no primeiro trimestre deste ano, contra R$ 4 397 bilhões em igual período de 2006, o que significa avanço de 9,2%.

A participação de mercado da companhia está em 25,1%, segundo dados de fevereiro de 2007. As provisões técnicas alcançaram R$ 50,653 bilhões, representando, segundo dados da Susep, uma participação de 36,8% no total do mercado brasileiro.