Nesta sexta-feira (3), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assina a ordem de serviço que dará início à duplicação da rodovia BR-101 Sul. Lula visita os dois trechos mais importantes do projeto, um no município de Torres (RS) e outro em Palhoça (SC).

De acordo com o Ministério dos Transportes, o projeto prevê a duplicação de 348 quilômetros da rodovia, 248,5 quilômetros em Santa Catarina e 99,5m no Rio Grande do Sul. A obra total envolve a construção de uma nova pista, a restauração da pista existente e 225 obras de infra-estrutura como pontes e viadutos.

A duplicação da rodovia custará US$ 800 milhões. Os recursos são da União, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e da iniciativa privada. Além de melhorar as ligações regionais, a obra vai facilitar a ligação rodoviária do Brasil com os países do Mercosul, especialmente o Uruguai e a Argentina.

O retorno de Lula a Brasília está previsto para as 18 horas. O ministro da Educação, Tarso Genro, acompanha o presidente.