O presidente Luiz Inácio Lula da Silva autorizou a criação da Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobrás), vinculada ao Ministério da Saúde. A lei foi publicada hoje no Diário Oficial da União.

Com a criação da Hemobrás, o governo quer garantir aos pacientes do Sistema União de Saúde (SUS) o fornecimento de medicamentos hemoderivados ou produzidos por biotecnologia. A União vai financiar, no mínimo, 51% do capital social da Hemobrás, podendo o restante ser financiado por Estados da Federação ou entidades da administração indireta federal ou estadual.

A Hemobrás terá uma diretoria executiva e contará com procuradoria jurídica e conselho de administração. Os diretores da empresa serão nomeados pelo presidente da República para mandato de quatro anos.