Após passar a manhã despachando com ministros na Granja do Torto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva seguiu para o Palácio do Planalto, onde recebe representantes de confederações nacionais.

Na saída, o presidente parou para cumprimentar dona Lydia Carvalho, de 92 anos, que passou parte da manhã na porta da residência oficial. Acompanhada pela filha e com bandeiras do Brasil e do PT, Dona Lydia, que veio de São Paulo, queria ver o presidente.

"Se nosso presidente é estimado e admirado no mundo inteiro e o brasileiro não corresponde, não é brasileiro", afirmou. Depois de receber beijos de Lula, Dona Lydia disse que estava muito emocionada.