O candidato do PT a Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, disse hoje que, se eleito, não negociará a criação da Área de Livre Comércio das Américas (Alca) como proposto pelos Estados Unidos. ?Sou a favor do livre comércio, mas do jeito que está feita a proposta, a Alca se transforma numa grave ameaça para os países localizados ao sul dos Estados Unidos (todos, à exceção do Canadá, que fica ao norte)?, disse.

Para o petista, o projeto da Alca propõe a anexação dos países latino-americanos e não a cooperação. As declarações de Lula foram feitas durante seminário em sessão conjunta das comissões de Relações Exteriores da Câmara e do Senado.

?Queremos uma Alca sem exclusão. Temos de incluir Cuba na Alca?, disse Lula, reconhecendo que os Estados Unidos não farão um único gesto de boa vontade em relação à Cuba, enquanto Fidel Castro estiver no comando do país.