O candidato do PT à presidência, Luiz Inácio Lula da Silva, vai se reunir no sábado (19) com 80 representantes de setores empresariais, líderes sindicais e dirigentes de organizações não-governamentais para avaliar a proposta de formação de um Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social.

De acordo com nota oficial da campanha do PT, o conselho ?seria o espaço de construção de um novo contrato social, previsto no programa de governo da Coligação Lula Presidente?. Conforme a nota, já confirmaram a presença ?algumas das mais representativas lideranças de cada um desses setores?. A reunião de sábado vai ocorrer a partir das 9 horas, no Hotel Sofitel, Rua Sena Madureira, 1.355, na capital paulista.

?A realização desse encontro demonstra, mais uma vez, que Lula é a liderança nacional mais capacitada para unir o Brasil num momento que tal unidade é fundamental para superar as dificuldades pelas quais o País atravessa. Os levantamentos que vimos realizando para acompanhar o desenvolvimento da campanha eleitoral, aliás, indicam que setores crescentes do eleitorado percebem que Lula é o candidato mais preparado para estabelecer o necessário diálogo entre o capital e o trabalho?, diz a nota, assinada pelo jornalista André Singer, porta-voz da campanha presidencial do PT.

?A campanha terrorista, caluniosa e leviana que tem sido lançada contra Lula nos últimos dias não foi e não será capaz de abalar a percepção de que a sua candidatura representa a chance que temos de ultrapassar a crise brasileira por meio do crescimento e da geração de empregos. Ao contrário, a última pesquisa do Ibope mostra crescente rejeição ao candidato do governo, enquanto cai a rejeição a Lula?, continua a nota. ?Por isso, seguiremos na linha traçada desde o primeiro turno: apresentar nossas propostas para mudar o Brasil por meio do diálogo e da negociação?, finaliza a nota.