Brasília – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje (28) que o Brasil poderá ter uma fábrica de semicondutores (chips para instalação de eletroeletrônicos) com a definição do padrão da TV digital que o país adotará.

"Vamos assinar o protocolo da TV digital, com a possibilidade de termos no Brasil uma fábrica de semicondutores, fazendo o Brasil entrar na revolução da microeletrônica", disse, durante o anúncio de investimentos do Grupo Gerdau Açominas na usina Arthur Bernardes, em Ouro Branco (MG).

O porta-voz da presidência da República, André Singer havia anunciado na segunda-feira (26) que o presidente assinará às 10h30 de amanhã (29), no Palácio do Planalto, o decreto que fixa as bases legais para a implementação da TV digital no Brasil.

Em Ouro Branco, Lula visitou as instalações da nova unidade do Grupo Gerdau Açominas, que está completando 20 anos de fundação e é o 14º produtor de aço do mundo, com fábricas instaladas no Brasil, Argentina, Canadá, Chile, Colômbia, Estados Unidos e Uruguai.