O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em encontro com quarenta e um empresários chineses e vinte e cinco brasileiros, hoje, no Palácio do Planalto, disse que um dos ítens de sua viagem para a China, em maio, tem como meta consolidar a parceria estratégica entre os dois países. A informação foi dada pelo coordenador da Exposição Brasileira na China, Wladimir Pomar.

“O presidente Lula pretende tratar de entendimentos institucionais. A idéia é que assine uma série de acordos e convênios ampliando o relacionamento em diversas áreas brasileiras e chinesas”, completou Wladimir Pomar.

“O encontro teve, também, o objetivo de formalizar a formação de um Conselho Empresarial. Na ocasião será realizada uma exposição de produtos brasileiros numa área que ocupará 11 mil metros quadrados em Pequim , finalizou “.