Brasília ? Ao comentar, hoje (23), a situação do prefeito de Osasco, Emídio de Souza, que está completando um ano de governo, Lula voltou a dizer que os políticos enfrentam dificuldades para governar porque têm no primeiro ano um orçamento definido pela gestão anterior e, depois, eleições.

"Certamente aqui na cidade de Osasco, pessoas que governaram essa cidade durante 30, 40 anos já estão cobrando dele que ele tivesse feito coisas que os outros não fizeram em 50 anos", afirmou o presidente. A afirmação foi feita na cerimônia de entrega de cartões do programa Bolsa Família, em Osasco (SP).

Lula disse ao prefeito que é preciso ter paciência para enfrentar as críticas da oposição. "Não responda nunca ao jogo rasteiro dos teus adversários e não fique angustiado nunca com a pressa do povo", aconselhou. "É assim que eles fazem. Quando eles estão no governo, dizem que nós criticamos, somos comunistas, agitadores, nós somos um monte de coisas. Quando nós estamos no governo, eles começam a jogar nas nossas costas aquilo que eles não conseguiram fazer em 30 anos para que a gente consiga fazer em três meses, em 12 meses ou em três anos".

O presidente lembrou que Osasco foi o berço do Partido dos Trabalhadores. "Foi no Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco, numa reunião que tinha dezenas de dirigentes sindicais, que nós decidimos levar a sério a criação do Partido dos Trabalhadores", contou o presidente. Segundo ele, o Ginásio de Esportes Professor José Liberatti, escolhido para a realização da cerimônia do Bolsa Família, foi onde ocorreu o primeiro encontro nacional do PT em 1980.