O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que não discute as eleições de 2006. Perguntado se seria candidato à reeleição, Lula disse que, por enquanto, só pensa em governar o país. ?Eu não discuto candidatura em 2006, nem de outros e nem minha. Acho que nós temos que governar o país, porque fomos eleitos para isso. Vai ter um momento em que vamos discutir a questão eleitoral. Por enquanto, nosso lema é cumprir aquilo que nós nos propusemos a fazer?, afirmou.

Sobre a possibilidade de o Congresso aprovar uma emenda à Constituição que permita a reeleição dos presidentes da Câmara e do Senado, o presidente Lula disse que a norma atual é ?esquisita para o processo democrático?. Hoje, os presidentes das duas Casas podem se reeleger apenas se estiverem no cargo durante os dois últimos anos do mandato parlamentar e se forem eleitos para o mandato seguinte. Os presidentes que ocupam o cargo nos dois primeiros anos do mandato não podem se reeleger.

?Se terminar um mandato e começar outro, eu posso ser presidente da Câmara, como já aconteceu várias vezes. Agora, eu não posso ser no meio do período. Eu acho que isso é uma coisa esquisita para o processo democrático?, disse.

Lula ressaltou que é importante, entretanto, estabelecer o limite de apenas uma reeleição para que um mesmo presidente não fique no cargo por anos seguidos. ?Se você não coloca um freio, você perpetua um presidente da Câmara ou do Senado durante 20 ou 30 anos, o que é ruim. Mas eu te confesso que em um país que tem reeleição para presidente, governador, prefeito, você dizer que uma casa legislativa não pode ter sua própria reeleição interna é no mínimo uma contradição?, afirmou.

O presidente lembrou que essa é uma questão interna do Congresso Nacional e garantiu que o Poder Executivo não vai interferir. ?Se acontecer a reeleição, que eu não sei se vai acontecer, eu vou ter um candidato na Câmara e um no Senado. Mas, por enquanto, eu espero que eles decidam o que fazer sem que haja qualquer ingerência do Poder Executivo?, disse.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva concedeu esta manhã entrevista coletiva para 13 emissoras de rádio de vários estados do Brasil.