O presidente da República e candidato à reeleição pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou nesta quinta-feira (18) que não trata pesquisas eleitorais como algo definitivo. Em entrevista concedida diretamente de Brasília ao Jornal da Record, ele disse que ainda falta uma semana e meia para o encerramento da campanha eleitoral do segundo turno e que há necessidade de continuar trabalhando para ser reeleito. "Eu estou tranqüilo, não estou preocupado com as pesquisas", comentou.

Segundo Lula, enquanto no período próximo ao primeiro turno, havia a tendência de que a candidatura de seu principal adversário, Geraldo Alckmin (PSDB), estava subindo e a dele estava caindo ligeiramente, agora, esse movimento se inverteu. "Eu estou subindo e o adversário está caindo", disse.