O Brasil vive o melhor momento da geração de empregos dos últimos 20 anos, afirmou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em entrevista coletiva de rádio nesta quinta-feira (24). "No Brasil, de 1980 até 2002 temos uma situação desagregadora do ponto de vista do emprego. Nós, em 35 meses, criamos 3 milhões e 600 mil empregos de carteira assinada".

Lula apontou como exemplo a indústria metalúrgica, que em 20 anos desempregou cerca de 1,5 milhão de trabalhadores e em 35 meses recuperou mais de 300 mil desses emprego. O presidente destacou que falta criar mais postos de trabalho, mas espera que o país chegue a ter índices de emprego comparáveis aos do "mundo desenvolvido".

"A geração de emprego está bem, ela pode crescer e o ano que vem certamente vai crescer muito mais", afirmou Lula.