O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje, na abertura da 59.ª Assembléia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que a construção da paz passa por uma nova ordem internacional. Lula conclamou os 191 países membros da ONU a lutarem pela reforma do modelo de desenvolvimento global e defendeu o multilateralismo das instituições.

“Constato, com preocupação, que persistem graves problemas de segurança, pondo em risco a estabilidade mundial”, disse, ao citar a situação do Oriente Médio.

Ele argumentou ainda que o combate ao terrorismo não pode ser concebido apenas em termos militares. “Uma ordem internacional fundada no multilateralismo é a única capaz de promover a paz e o desenvolvimento sustentável das nações”, insistiu.