Em discurso durante a sessão de abertura do Ano Judiciário, no Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que 2004 é lembrado como o ano em que a emenda da reforma do Judiciário foi aprovada e que "vamos trabalhar duro para que 2005 seja lembrado como o ano em que a reforma foi colocada em prática".

O presidente comparou o desenvolvimento brasileiro ao norte-americano e destacou que o século XX foi "o grande século dos EUA". E que agora "as mudanças que podem acontecer no Brasil podem transformar o século XXI no século em que o Brasil passará definitivamente para a história dos países economicamente avançados do ponto de vista judicial e social".

Lula ressaltou também que, ainda neste semestre, o Conselho Nacional de Justiça entrará em funcionamento "fiscalizando os deveres funcionais para uma justiça mais forte e mais acreditada pela população".